Judoca paralímpica de Maringá é convocada para participar do Campeonato das Américas, no Canadá

Depois de conquistar três medalhas na Copa do Mundo IBSA de Judô Paralímpico na última segunda-feira, 23, em Antalya, na Turquia, o Brasil se prepara para o próximo desafio, em Calgary, no Canadá, entre os dias 16 e 24 de maio, no Campeonato das Américas de Judô Paralímpico. A Seleção Brasileira foi convocada com 13 judocas e sete membros da comissão técnica.

O Brasil será representado em todas as categorias, exceto no meio-leve masculino, e a única divisão com mais de um atleta será o peso pesado feminino, que contará com a medalhista de bronze na Copa do Mundo, na Turquia, Rebeca Souza e Lúcia Araújo obtiveram o bronze, Alana Maldonado que conquistou a medalha de prata, e Meg Emmerich, que depois de ótimos resultados em eventos nacionais, incluindo o ouro no Grand Prix Internacional Infraero deste ano, disputará sua primeira competição fora do Brasil.

Meg pratica judô há 16 anos na Academia Hobby Sport, em Maringá (PR), sob o comando do professor Celso Ogawa e há pouco tempo iniciou sua participação em eventos paralímpicos. A atleta de 31 anos possui uma rotina diária intensa de treinos. Trabalha numa financeira e ainda tem os afazeres domésticos como esposa e mãe do pequeno Oliver.

“É a minha primeira competição internacional. Estou sem palavras, muito feliz. Meu objetivo é dar o meu melhor e trazer a vitória. Mostrar que sou capaz e me superar”, comemorou a paulistana, radicada em Maringá.

A delegação brasileira embarca para o Canadá no dia 16 de maio e chega ao Brasil no dia 24. Antes, os judocas se concentram pela III Fase de Treinamento, no Centro de Treinamento, em São Paulo, de 28 de abril a 6 de maio (confira a programação).

Atletas convocados

Seleção Feminina

Luiza Guterres Oliano (GNU-RS) – Ligeiro (48kg)

Karla Ferreira Cardoso (CEIBC-RJ) – Meio-leve (52kg)

Maria Nubea dos Santos Lins (Instituto Reação-RJ) – Leve (57kg)

Lúcia da Silva Teixeira Araújo (CESEC-SP) – Meio-médio (63kg)

Alana Martins Maldonado (AMEI-SP) – Médio (70kg)

Meg Rodrigues Vitorino Emmerich (IRM-PR) – Pesado (+70kg)

Rebeca de Souza Silva (APADV-SP) – Pesado (+70kg)

Seleção Masculina

Thiego Marques da Silva (AEPA-PA) – Ligeiro (60kg)

Luan Simões Pimentel (ISMAC-MS) – Leve (73kg)

Harlley Damião Pereira Arruda (CESEC-SP) – Meio-médio (81kg)

Arthur Cavalcante da Silva (ADEVIRN-RN) – Médio (90kg)

Antônio Tenório da Silva (CESEC-SP) – Meio-pesado – 100kg

Wilians Silva Araújo (CEIBC-RJ) – Pesado (+100kg)

Comissão Técnica

Alexandre de Almeida Garcia – Técnico

Jaime Roberto Bragança – Técnico

Roger Alves da Fonseca – Preparador Físico

Thiago Claudino Gomes Righetto – Médico

Antônio Sérgio Soares – Chefe de Delegação

Tadeu Casqueira – Assessor de Imprensa

Laedson Lopes Gonçalves da Silva Godoy – Árbitro

Patrocínio e apoio ao esporte

Com o patrocínio da Infraero desde 2009, o judô paralímpico brasileiro conta com recursos oriundos desta parceria, fundamentais na execução das fases de treinamento, realização das duas etapas do Grand Prix, intercâmbios dos atletas da seleção, contratação de profissionais para a equipe multidisciplinar, além de atender outros projetos importantes para o crescimento da modalidade no país

 

 

Fonte: COMUNICAÇÃO CBDV I Fotos DANIEL ZAPPE/CBDV/MPIX e ARQUIVO | Assessoria Anju de Comunicação 

Leave A Reply