Você pode deixar sua contribuição de diversas formas, seja qual for, ela será mais que bem vinda, nos ajudar você estará ajudando quem precisa!

  • Home
  • »
  • Notícias
  • »
  • Rafael Silva conquista o bronze no Grand Slam de Paris

Rafael Silva conquista o bronze no Grand Slam de Paris

Pesado conseguiu o ippon sobre Harun Sadikovic. Eduardo Yudi Santos (81kg) chega ao bloco e termina em quinto

O Brasil se despediu do Grand Slam de Paris com o bronze de Rafael Silva, conquistada na penúltima luta do tradicional torneio francês. O medalhista de bronze nos Jogos Londres 2012 e Rio 2016, conseguiu um ippon sobre o bósnio Harun Sadikovic e ficou com a terceira colocação. Eduardo Yudi Santos (81kg) também chegou à disputa do bronze neste domingo, 12, mas sofreu o ippon contra o francês Baptiste Pierre e acabou na quinta colocação. Os próximos compromissos da seleção brasileira são os Abertos de Roma (masculino) e Oberwart (feminino) nos dias 18 e 19 de fevereiro e o Grand Prix de Dusseldorf nos dias 24, 25 e 26.

O pesado Rafael Silva (+100kg) começou vencendo o senegalês Mbagnick Ndiaye depois que o adversário foi punido três vezes e eliminado da luta. Nas quartas-de-final, waza-ari sobre o russo Andrey Volkov. Na semifinal, terminou a luta com o japonês Takeshi Ojitani empatado com duas punições, sem nenhuma pontuação. No golden score, acabou sofrendo outra penalização por sair da área. Na disputa do bronze, Baby dominou o bósnio Harun Sadikovic forçando duas punições ao adversário e quando faltavam 10 segundos para o fim da luta, conseguiu o ippon.

Eduardo Yudi Santos (81kg) teve uma pedreira logo na primeira luta mas não se intimidou. Diante do experiente Sergiu Toma, oito anos mais velho e medalhista de bronze nos Jogos Olímpicos Rio 2016, o brasileiro conseguiu dois waza-aris contra apenas um do adversário e avançou. Na sequencia, ippon sobre Tamazi Kirakozashvili (GEO). Nas quartas-de-final, vitória por waza-ari sobre o sul-coreano Suk Woong Hong. Na semifinal, manteve a postura agressiva ao tentar um ataque, sofreu um reversão do holandês Frank de Wit e o ippon. Na disputa do bronze, enfrentou o francês Baptiste Pierre mas não conseguiu mostrar o seu melhor judô, sofreu o ippon e acabou na quinta colocação.

Rafael Buzacarini (100kg) e Victor Penalber (81kg) venceram uma luta mas pararam nas oitavas-de-final. Maria Portela (70kg), Maria Suelen Altheman (+78kg), Luciano Correa (100kg) e David Moura (+100kg)  também lutaram neste domingo mas não conseguiram avançar em suas chaves. Confira as súmulas do Grand Slam de Paris 2017 no arquivo abaixo.

 

- Súmulas 12/02 - Grand Slam Paris 2017

Leia Também!

Com mais três bronzes neste sábado, Brasil encerra Grand Slam de Abu Dhabi com sete medalhas

Mayra Aguiar, Beatriz Souza e Maria Suelen Altheman foram ao pódio no último dia. Próxima competição do Brasil será o Grand Slam de Tóquio, em dezembro

Ver mais

Federação Catarinense de Judô adequa seus estatutos à Lei Pelé

Para obter recursos da Lei de Incentivo ao Esporte (LIE), representantes das agremiações aprovam novo estatuto por aclamação

Ver mais

Com mais de 30 mil acessos por mês site da Anju passa a receber patrocínio do Google

ANJU - Um Projeto de Vida

Ver mais

MPF/SP vai fiscalizar Conselho Regional de Educação Física por exigência irregular de registro a pessoas sem diploma na área

Decisão judicial proíbe que Cref4/SP controle a permissão de trabalho a profissionais como instrutores de dança, capoeira, ioga e artes marciais

Ver mais