Você pode deixar sua contribuição de diversas formas, seja qual for, ela será mais que bem vinda, nos ajudar você estará ajudando quem precisa!

  • Home
  • »
  • Notícias
  • »
  • Morte prematura de Cláudio Murayama deixa o judô de luto

Morte prematura de Cláudio Murayama deixa o judô de luto

Nascido em 19 de setembro de 1963, Cláudio Toshiyuki Murayama seguiu os passos do pai construindo uma vida fundamentada nos preceitos do judô.

Na tarde desta quinta-feira (12) a comunidade do judô brasileiro foi surpreendido com a notícia do falecimento do professor Cláudio Toshiyuki Murayama, faixa preta 5º dan (go-dan).

Nascido em 19 de setembro de 1963, sensei Cláudio Maruyama era formado em Administração de Empresas pela PUC-Campinas, trabalhava no comércio varejista e se destacava no cenário judoísta atuando no ensino da modalidade, era árbitro FIJ C e fazia parte da coordenação da arbitragem da 15ª Delegacia Regional – Grande Campinas.

Filho de Motoyuki Murayama, um dos mais proeminentes professores de Campinas e região, Cláudio seguiu os passos do pai construindo uma vida fundamentada nos preceitos do judô e no legado deixado por Jigoro Kano.

Divorciado, sensei Cláudio deixa os filhos Cláudia Murayama e Marcelo Yuki Murayama, e centenas de alunos.

Judô de Campinas perde um grande colaborador

No mês de março o judô campineiro sofreu a perda do professor kodansha Stanlei Virgílio, maior historiador do judô brasileiro, e Francisco de Carvalho lamentou mais esta grande perda. “Tenho certeza que a comunidade do judô de nosso Estado perdeu mais um grande professor, assim como a arbitragem da 15ª delegacia regional também perdeu um grande colaborador. Sempre que nos deparamos com o falecimento de uma pessoa atuante e comprometida sentimos a lacuna deixada pelo colega que se foi, e com o sensei Cláudio não vai ser diferente. Ele foi um grande disseminador da modalidade e dos conceitos que fazem do judô um caminho de vida. Peço a Deus que conforte a família e que o professor Cláudio descanse em paz”, ensejou o dirigente.

O velório foi realizado na sexta-feira (14) a partir das 10:00 horas no Cemitério da Saudade, em Campinas, e o sepultamento aconteceu no mesmo local às 14:00 horas.

Por PAULO PINTO/BUDOPRESS | Fotos BOLETIM OSOTOGARI

Leia Também!

Com mais três bronzes neste sábado, Brasil encerra Grand Slam de Abu Dhabi com sete medalhas

Mayra Aguiar, Beatriz Souza e Maria Suelen Altheman foram ao pódio no último dia. Próxima competição do Brasil será o Grand Slam de Tóquio, em dezembro

Ver mais

Federação Catarinense de Judô adequa seus estatutos à Lei Pelé

Para obter recursos da Lei de Incentivo ao Esporte (LIE), representantes das agremiações aprovam novo estatuto por aclamação

Ver mais

Com mais de 30 mil acessos por mês site da Anju passa a receber patrocínio do Google

ANJU - Um Projeto de Vida

Ver mais

MPF/SP vai fiscalizar Conselho Regional de Educação Física por exigência irregular de registro a pessoas sem diploma na área

Decisão judicial proíbe que Cref4/SP controle a permissão de trabalho a profissionais como instrutores de dança, capoeira, ioga e artes marciais

Ver mais