Você pode deixar sua contribuição de diversas formas, seja qual for, ela será mais que bem vinda, nos ajudar você estará ajudando quem precisa!

  • Home
  • »
  • Notícias
  • »
  • Com mais três bronzes neste sábado, Brasil encerra Grand Slam de Abu Dhabi com sete medalhas

Com mais três bronzes neste sábado, Brasil encerra Grand Slam de Abu Dhabi com sete medalhas

Mayra Aguiar, Beatriz Souza e Maria Suelen Altheman foram ao pódio no último dia. Próxima competição do Brasil será o Grand Slam de Tóquio, em dezembro

A seleção brasileira de judô começou as comemorações pelo Dia Mundial do Judô celebrado neste sábado, 28 de outubro, com três pódios no Grand Slam local nesta manhã. Mayra Aguiar (78kg), Maria Suelen Altheman (+78kg) e Beatriz Souza (+78kg) conquistaram medalhas de bronze e o Brasil encerrou sua participação no evento com sete medalhas: três pratas e quatro bronzes. 

Estreando o backnumber vermelho, a bicampeã mundial Mayra Aguiar venceu Luise Malzahn, da Alemanha, por ippon na primeira luta e já avançou diretamente à semifinal. No combate contra a experiente holandesa Marhinde Verkerk, vice-campeã mundial em 2013, Mayra forçou duas punições à adversária, mas acabou sofrendo três, uma delas no golden score, e foi para a disputa de bronze, onde derrotou Antonina Shmeleva, da Rússia, por um waza-ari para garantir seu terceiro pódio consecutivo neste ano (Ouro no Grand Prix de Cancún e ouro no Mundial de Budapeste).

No pesado feminino, o Brasil conseguiu uma dobradinha de bronze. A jovem Beatriz Souza, de apenas 19 anos, derrtou a russa Ksenia Chibisova por ippon para conquistar sua primeira medalha em Grand Slam e foi ao pódio ao lado da compatriota Maria Suelen Altheman, que derrotou Jasmin Kuelbs, por um waza-ari para ficar com o outro bronze. 

Com os resultados dos primeiros dias, o Brasil encerrou a competição em 11º lugar no quadro geral de medalhas. Foram três pratas com Érika Miranda, Rafaela Silva e Felipe Kitadai, além dos bronzes de Maria Portela, Mayra Aguiar, Maria Suelen e Bia Souza. A Rússia liderou o quadro, com três ouros, uma prata e cinco bronzes. 

Rafael Macedo (90kg), Eduardo Bettoni (90kg), Rafael Buzacarini (100kg), Rafael Silva (+100kg) e Samanta Soares (78kg) também lutaram neste sábado, mas não avançaram às dispuas por medalhas. Buzacarini ainda chegou à repescagem, mas caiu para Peter Paltchik, de Israel, que ficou com o bronze. 

As próximas competições da seleção brasileira de judô serão o tradicional Grand Slam de Tóquio, de 02 a 03 de dezembro, e o World Judo Masters, de 16 a 17 de dezembro. 

Fonte: CBJ - 

Leia Também!

Federação Catarinense de Judô adequa seus estatutos à Lei Pelé

Para obter recursos da Lei de Incentivo ao Esporte (LIE), representantes das agremiações aprovam novo estatuto por aclamação

Ver mais

Com mais de 30 mil acessos por mês site da Anju passa a receber patrocínio do Google

ANJU - Um Projeto de Vida

Ver mais

MPF/SP vai fiscalizar Conselho Regional de Educação Física por exigência irregular de registro a pessoas sem diploma na área

Decisão judicial proíbe que Cref4/SP controle a permissão de trabalho a profissionais como instrutores de dança, capoeira, ioga e artes marciais

Ver mais

Associação Nova Ubiratãense de Judô é selecionada para integrar Projeto Nacional de Capacitação

A Associação Nova Ubiratãense de Judô (Anju) foi uma das 191 entidades selecionadas pelo Projeto Transformar 2017.

Ver mais